Dicas de snowboard : Dicionário

Big thumb twin tip

Partes da Prancha de Snowboard

mais de 3 anos Ago / Marcações: iniciante, prancha, equipamento

Quanto à forma

Ponta: é o extremo frontal da prancha

Cintura: parte mais estreita da prancha

Rabo: extremo posterior da prancha 

Quanto à estrutura

(1) Nucleo. (2) Sidewall. (3) Cantos / Edges. (4) Base.  (5) Topsheet

(1) NÚCLEO:
É o interior da prancha. O material utilizado no núcleo determina o peso e a flexibilidade da prancha. Os mais comuns são:

  • Espuma: Injetada por meio de computadores. A prancha é leve, mas pode perder um pouco a flexibilidade.
  • Madeira: Material mais usado pelos fabricantes de qualidade. Mantém a flexibilidade ao mesmo tempo que dissipa a vibração.
  • Alumínio: A estrutura hexagonal feita de alumínio (semelhante a uma colméia de abelha) é extremamente leve, mas não dissipa a vibração como a madeira. Estas pranchas costumam ser as mais caras.

(2) SIDEWALL:
Parede lateral da prancha, que protege o núcleo.

(3) CANTOS / EDGES (ou laminas):
Parte metálica situada na lateral da prancha. Permitem dirigir a prancha e controlar sua velocidade, principalmente nas superfícies difíceis ou geladas.

(4) BASE:
É a superfície inferior da prancha, que está em contato com a neve. O material utilizado na base determina a velocidade de deslizamento da prancha. A base pode ser de dois tipos:

  • Extruded: feita com esferas de polietileno, é a base mais barata, lenta e mole. É fácil de consertar, mas é muito mais frágil.
  • Sintered: feita com polietileno em pó, sendo mais dura, leve e rápida. É mais forte que a extruded, mas também mais difícil de consertar. Absorve uma quantidade uito maior de cera.

(5) TOPSHEET:
A superfície superior é uma folha polimérica transparente decorado na parte inferior, que garante a protecção da estrutura interior da prancha e permite fazer os designs diferentes.

Dicas Relacionadas:

Comentários

Propaganda