Dicas de snowboard : Equipamento

Big thumb intro

Camber vs. Rocker: Qual é a diferença?

aprox. 2 anos Ago / Marcações: como escolher, prancha, equipamento

Até seis anos atrás, as pranchas de snowboard (se for olhar de lado) pareceram todas iguais. O perfil da maioria das pranchas tinha permanecido quase o mesmo desde o final dos anos 80, quando o Camber clássico foi introduzido.

Somente nos últimos anos que a situação mudou. Em 2007, a Lib Tech trouxe o Banana Skate, e a K2 introduziu o Gyrator. Os modelos com Camber Inversa, ou Roquer, marcaram o início de uma revolução no snowboard.

Então, qual é a diferença entre uma prancha de camber e uma de roquer? E como isso afeta a maneira como você monta?

prancha de snowboard com perfil camber

Camber

Com o que se parece?
Uma prancha de camber tem quatro pontos de contato de canto com a neve - dois perto da ponta e dois na parte trazeira - e arqueia-se no centro entre as bindings.

O que isso faz?
Pranchas com camber tem mais flexibilidade, permitindo um comprimento maior de contato de canto com a neve. A resistência adicional prevê um comportamento mais elástico na parte côncava, o que dá um pop adicional para pular. Estas pranchas são construídas para aguentar firme, montando em half-pipes ou enfrentando grandes kickers.

Rockerprancha de snowboard com perfil roquer

Com o que se parece?
As pranchas curvam para cima no nariz e na cauda em uma espécie de forma de banana. O ângulo da curvatura inversa e o ponto em que ele começa varia de marca para marca.

O que isso faz?
O nariz e a cauda virados para cima permitem um riding mais suave e divertido, além de flutuar melhor em powder. A desvantagem é que não são tão rápidas e não mantêm o canto igual as de camber. Jibbers e riders de corrimões, muitas vezes, optam por uma prancha “rocker”, como eles são mais manobrável e menos propensos a pegar um canto.

Planoprancha de snowboard com perfil plano

Com o que se parece?
Estas pranchas são completamente planas sobre a neve, além de uma ligeira virada para cima no nariz e cauda.

O que isso faz?
Base plana mantém o canto efetivamente em contato com a neve em todos os momentos. Como o seu peso é mais uniformemente distribuído ao longo do canto, andando nessas pranchas fica mais difícil de pegar o canto em comparação com uma prancha de camber convencional. No entanto, pranchas planas sofrem de falta de pop e flexibilidade saindo de curvas.

Camber-Rocker Combo prancha de snowboard com perfil combinado

Com o que se parece?
Essas pranchas combinam elementos de camber e de rocker, na esperança de criar uma multifunção. Diferentes marcas tomam uma variedade de abordagens para isso. A Burton, por exemplo, usa a forma Burton Flying V de rocker entre os pés, antes da transição para camber, na cauda e no nariz, algo muito parecido com C2BTX da Lib Tech (a nossa favorita).

O que isso faz?
Estas pranchas têm os benefícios de ambos os perfis, mas, obviamente, não têm a mesma flexibilidade ou solidez como as anteriores.

Uma dica final

Decidir que tipo de prancha você vai comprar pode ser bem confuso. Nós recomendamos pensar sobre o que você realmente quer fazer com a sua prancha. Vai nos grandes kickers ou jibbing na maioria do tempo? Ou você apenas quer algo que seja multifuncional? Uma vez que você entende isso, então será mais fácil decidir que tipo de perfil é melhor para você.

Dicas Relacionadas:

Propaganda