Dicas de snowboard : Snowboard et al.

Big thumb 0

Avalanches: entre por sua conta e risco

quase 2 anos Ago / Marcações: freeride, avalanche, segurança

Nunca entre em um backcountry sem saber o que é que você está vendo naquela mistura de pedras, arvores e material branco fofinho ou crocante. Cada montanha possui uma combinação de características únicas sob as condições diariamente diferentes. Aqui está uma lista das coisas básicas que podem afetar a sua segurança.

Aperte as setas pra esquerda e pra direita para navegar as fotos e descrições.

Tipos de Avalanches Tipos de Avalanches 1 / 11
1. As avalanches pontuais é um dos dois principais tipos de avalanches, geralmente começam a partir de uma única fonte, que frequentemente acaba por ser você, e vai aumentando para baixo. 2. Avalanches de Slab, podem propagar mais longe e criar deslizamentos maiores. A receita básica se consiste em uma camada de neve pesada que se forma por cima de uma camada fraca, logo, esta camada fraca não segurar a neve de cima e com o terreno íngreme o suficiente para deslizar, basta apenas um gatilho, que na maioria dos casos é você mesmo.
Angulo perigoso Angulo perigoso 2 / 11
3. O ângulo de inclinação das encostas com maiores índices de avalanches é de 38 graus, com a maioria dos deslizamentos ocorrendo nas de 35 até 45 graus. Em encostas com menos de 30 graus, raramente ocorre deslizamentos de neve.
Convexo vs côncavo Convexo vs côncavo 3 / 11
4. Em um declive convexo, chamado de rollover, a camada de neve fica menos coesa. E a função da gravidade - puxar a neve pra baixo - recebe uma ajuda da curvatura da encosta, tornando-a mais perigosa. 5. Ao contrário do convexo, a inclinação côncava naturalmente comprime a neve, assim adicionando força para as camadas de neve e deixando a encosta menos perigosa.
Armadilhas Armadilhas 4 / 11
6. As armadilhas do terreno são fatores que aumentam as consequências de ser pego em uma avalanche. Armadilhas côncavas como leitos de rios e barrancos, deixam os detritos de avalanche acumulados, assim te enterrando mais profundamente na neve. Além disso, os rios gelados e a camada de neve podem causar hipotermia.
Encostas perigosas Encostas perigosas 5 / 11
7. Uma encosta com árvores dispersas, pequenas e recentes, especialmente aquelas com os galhos crescendo apenas no lado em declive, é um aviso de bandeira vermelha, de um caminho de avalanches freqüentes.
Pedras grandes Pedras grandes 6 / 11
8. Grandes pedras enterradas, manchas de pincel, e penhascos tendem a ter camadas de neve rasas e fracas. Esquiar acima de um penhasco nunca é uma boa idéia, especialmente se a inclinação for propensa para avalanches.
Pontos seguros Pontos seguros 7 / 11
9. Antes de descer uma encosta com risco de avalanche, identifique as zonas seguras, lugares onde os membros de seu grupo possam observar um ao outro a partir de um local seguro, como um ponto elevado ou um conjunto apertado de árvores em uma encosta de inclinação menor. Descendo um de cada vez, minimiza a exposição do grupo e garante que sobrará um número de pessoas suficientes para o resgate, caso alguém fique soterrado pela neve.
Vento Vento 8 / 11
10. O vento pode deslocar enormes quantidades de neve, em alguns casos afetando a natureza da camada de neve muito mais do que uma nova tempestade. Encostas carregadas pelo vento podem ser perigosas, enquanto encostas erodidas pelo vento são geralmente mais seguras.
9 / 11
11. Cornices são indicadores óbvios da direção predominante do vento. Embaixo de um cornice você vai frequentemente encontrar uma camada coesiva de neve depositada pelo vento, um “wind-slab”. Grandes nevascas, ventos fortes, e aquecimento recente pode causar as cornijas para romper e provocar uma avalanche.
Sol Sol 10 / 11
12. Ao longo do tempo o sol pode ajudar a consolidar as camadas de neve, tornando-as mais estáveis. Ele também pode criar camadas perigosas, se esquentar a neve de maneira rápida. Preste muita atenção na orientação de encosta que define a quantidade de sol que ela recebe - as condições de neve podem variar drasticamente dependendo disso.
Camadas Camadas 11 / 11
Estável: Uma cobertura de neve estável pode se parecer com uma grande fatia de bolo de aniversário. Ela começa com uma camada inferior composta por terra firme, seguida de uma camada de neve antiga e consolidada e por último, uma camada de neve recente e macia que permanece bastante uniforme por toda parte, com uma consistência mais leve e suave. Instável: Em uma cobertura de neve instável, a dureza pode variar muito de uma camada para outra que formam as coberturas. Se as camadas mais duras estiverem no topo das mais macias, qualquer perturbação (nova neve, aquecimento do clima, chuva, e, claro, os esquiadores) pode provocar o rompimento da camada fraca, e a camada densa começa a deslizar.

Dicas Relacionadas:

Comentários

Propaganda